Postagens

Entrevista sobre barragens de rejeitos no Maranhão

Imagem
Pessoal, segue matéria com entrevista que dei acerca das barragens de rejeito (Aurizona) e bacia de resíduos (Alumar) no Maranhão. Meu objetivo é trazer a barragem de Aurizona - a mais parecida com as barragens de rejeitos de Minas - pro centro do debate público, possibilitar o acesso às informações e incrementar a fiscalização e monitoramento dessas infraestruturas no estado. https://www.youtube.com/watch?v=iOWBM9C4jCw

Minas Sarapalha

Da janela de São Luís do Maranhão, vejo o imenso porto. O maior do Brasil, dizem. O porto, tal como eu, veio de Minas.
- Tudo é consequência de um certo nascer ali.
Por lá, passa o ferro da suprema mina de minério de ferro: Carajás. Ao ver o porto, pondero sobre minha terra.
- Não estás lá enterrado por baixo de lavras de ouro?
Minha terra revolvida de baixo para cima e engolfada em milhões de litros d´água, terrível redemoinho terrestre. Os mortos...
- Não estás morto por lá?
O mineiro drummondiano é triste e orgulhoso, de ferro. Para mim, só triste. O orgulho se perdeu n´algum canto. O ferro foi exportado.
- Deixando no corpo a paisagem, mísero pó de ferro, e este não passa.
Sarapalha-Sagarana conta a história de uma vila, nos arredores do rio Pará, um povoado que deixaram por abandonado: “casas, sobradinho, capela; três vendinhas, o chalé e o cemitério; e a rua, sozinha e comprida, que agora nem mais é uma estrada, de tanto que o mato a entupiu”.
- No fecho da tarde um sino rouco.
A malária…

Mineração de Mariana a Brumadinho

“Se os olhos reaprendessem a chorar seria um segundo dilúvio” diz Drummond no poema Sobrevivente. Três anos e dois meses após Mariana, o povo de Minas Gerais passa por outra calamidade causada pelo rompimento de barragem de mineração, novamente pertencente à Vale S.A. Infelizmente, tragédia previsível e anunciada. A Barragem I pertence ao Complexo Minerador Paraopeba, propriedade da Vale S.A. desde 2003 e localiza-se na Mina Córrego do Feijão, no Município de Brumadinho, onde se extrai o minério de ferro. Foram realizados ao menos dez alteamentos pelo método para montante, o mais barato e arriscado, e a barragem não recebia rejeitos desde 2015. À jusante da Barragem I estavam o escritório administrativo, o laboratório e o refeitório da mina. O rejeito atingiu também imediatamente a comunidade Vila Ferteco. É possível dizer que o rompimento da Barragem I é efeito sistêmico de um tipo de organização da mineração no país, e não um efeito isolado. Durante o período que separa Mariana de Br…

O Ouro e o Estéril na Zona do Ouro Maranhense

Imagem
O autor vem realizando pesquisa em Godofredo Viana acerca da mineração de ouro em Aurizona, que é parte de suas funções como pesquisador do Centro Ignácio Rangel de Estudos do Desenvolvimento, centro de pesquisas da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (FAPEMA).
Godofredo Viana é um município maranhense localizado próximo à divisa com o estado do Pará. Com população de 10 mil habitantes, Godofredo Viana detém depósitos auríferos que são explorados por meio do garimpo pelo menos desde o século XIX, principalmente na comunidade de Aurizona, que significa “zona do ouro”. Ao longo do tempo, muitas foram as tentativas de instalar uma mina de ouro em Aurizona, inclusive por exploradores ingleses que buscavam reservas de ouro na região. Entretanto, o garimpo prevaleceu até 2007, quando a empresa canadense Luna Gold conseguiu licença para instalar infraestrutura de exploração no depósito aurífero de Piaba. O Projeto Aurizona entrou em operação…

Deslocamento de Estéril em Aurizona

Imagem
Foto: Estrada de acesso à comunidade de Aurizona com plha de estéril ao fundo. Autoria: Tádzio Coelho. Entrevista concedida ao site do Movimento pela Soberania Popular na Mineração (MAM)* acerca do deslocamento de estéril na mina de Aurizona, no interior do Maranhão, onde venho desenvolvendo pesquisa para o Centro Ignácio Rangel de Estudos do Desenvolvimento.
MAM- Recebemos a informação de que houve um vazamento de resíduos de mineração em Aurizona. Em que proporção podemos falar em contaminação já que se trata de uma mineradora às margens de um grande rio do município? Tádzio Coelho – Até agora, pudemos apurar que se trata de desmoronamento de pilhas de estéril, ocorrido no domingo (4 de novembro) devido à vibração causada por dinamites. A dinamitação é utilizada no desmonte de rochas dentro da área de mina. Como existem pilhas de estéril próximas à comunidade de Aurizona e à estrada de acesso, o estéril bloqueou a estrada que liga a comunidade à cidade de Godofredo Viana. O estéril che…

Mineração e Eleições para Presidente: Quais são as propostas dos candidatos para a atividade mineradora?

Imagem
A atividade mineradora passou por intensa expansão no Brasil durante os anos 2000. Desde então, o minério de ferro está entre os três principais produtos de exportação da economia brasileira. Os possíveis efeitos da atividade, como os recentes crimes socioambientais da Norsk Hydro, em Barcarena, e da Samarco, na bacia do rio Doce, ressaltam a importância do debate acerca da mineração envolvendo toda a sociedade brasileira. Com a proximidade das eleições, foram publicados os programas de governo dos candidatos à presidência e este é, ou deveria ser um dos temas destacados na discussão entre os candidatos. O objetivo deste texto é analisar os planos de governo dos candidatos à presidência destacando como cada candidato propõe lidar com a atividade mineradora. Antes, vale explicar que os planos de governo apresentados são diretrizes gerais para a atuação dos candidatos, caso eleitos. Por isso o conteúdo dos programas é resumido e tenta abordar temas diversos e complexos que acabam não s…